segunda-feira, 1 de novembro de 2010

É preciso abandonar...


Quando se abandona velhos hábitos e sentimentos, a vida fica mais leve. Aí, sobra mais tempo pra sonhar e sorrir...

Muitas vezes, ao me deparar com algo que me fizesse mal, travava uma batalha interior para entender aquilo. Só que nem tudo tem uma explicação lógica e tentar enquadrar os fatos num padrão possivel e aceitável acaba gerando um desgaste desnecessário. O melhor mesmo é entender, por exemplo, que caminhos existem para se cruzarem e divergirem... Afinal, assim como passam as estações, passam também as pessoas. O importante é seguir, de alma limpa, pesando na balança apenas o que teve relevância.

Quando percebi que minhas dúvidas eram reflexo de pedências diversas, parei de tentar resolvê-las. Elas já estavam resolvidas e eu não havia percebido... Agora, penso em cada dia como uma dádiva única que posso usar como eu quiser. Agradeço mais...agradeço sempre! A gratidão motiva a conseguir mais por mim e pelos que me cercam.

Assim, concluí que a felicidade dada a mim em doses contínuas, é uma recompensa pelo meu crescimento espiritual. Posso tudo pela fé que tenho! Hoje, estou certa de que uma Força Maior me conduz e ampara. E é através dessa Força que eu vou realizar meus projetos. 

Livre de amarras, pela força do meu sorriso e por um toque de Deus, sigo em passos soltos, leves como esse coração cheio de desejos:
Aos que me amam, amor de volta. Aos que me odeiam, amor em dobro!
E para embalar essa quebra de vibrações conflitantes, envio em pensamentos versos de paz e serenidade que só quem sabe, sente!


"Leve com você
Só o que foi bom
Ódio e rancor
Não dão em nada
Nada

Ouço aquele som
Lembro de você
Como acabou
Mas não tem nada não
Só guardo o que foi bom
No meu coração..."
(Natiruts)

2 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

Suas palavras são sempre muito esclarecedoras Isa! É sempre um prazer poder lê-las!

Parabéns, beijos!

Isa** disse...

Obrigada, mocinho!!! Adoro suas visitas. Seja sempre bem vindo!!

Bjokas!! \o