quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

O Haiti não é aqui...


A história do Haiti é cercada por conflitos políticos e catástrofes naturais. Após 30 anos de ditadura da família Duvalier, o país entrou em 1986 num período marcado por crises políticas e golpes de Estado sangrentos que se alastrou por 20 anos. As sanções internacionais impostas aos regimes políticos sucessivos pioraram ainda mais a situação, em um país onde as instituições são totalmente dominadas pela corrupção.

O Haiti ficou cada vez mais pobre e a população, de 10 milhões de habitantes, desmatou morros e montanhas para fazer carvão, indispensável para cozinhar alimentos. Aliás, a primeira preocupação de 80% da população é conseguir fazer pelo menos uma refeição por dia. O desmatamento desenfreado aumentou ainda mais a vulnerabilidade do país, assolado frequentemente pelos furacões e ciclones que se formam no Atlântico entre junho e novembro. Em uma paisagem feita de morros e vales, fortes chuvas quase sempre provocam graves inundações. A capital, Porto Príncipe, é o melhor exemplo da inadaptação do país às intempéries. A cidade foi crescendo ao longo dos anos, com favelas cada vez maiores feitas de casas construídas às pressas com paredes de pedras e telhados de zinco.

Bem, numa área de intensa atividade sísmica, o ideal seria investir em contruções como as do Japão, que contam com amortecedores nas bases e ligas mais flexíveis no lugar das tradicionais ferragens. Investimentos incompatíveis com a pobreza extrema haitiana. Nesse ambiente caótico que mais uma vez alarma o mundo, pessoas lutam para ter seus bens mais básicos. Falta água, comida, remédios... nem mesmo o presidente sabe quantificar as dimensões desse desastre. Algo próximo de 1% da população...quase uma limpeza..."genocídio natural". Como é possível entender a chamada justiça divina vendo essa verdade incontestável: os que menos tem são os que mais perdem?

É certo que em meio a tantos golpes e sanções, a população já castigada não teve tempo e recursos para se preparar como deveria. Mas repito, esse caos político é culpa da população miserável? Poupe-me! Todas as revoltas ocorridas foram tentativas desesperadas de derrubar governos tiranos e corrúptos. E isso é uma verdade antiga que se arrasta desde os tempos coloniais. É tanto sofrimento...sobrevida! As pessoas resistem por fé, força e união. "L'Union fait la force", como diz a bandeira. Palavras que tocam os filhos dessa terra em qualquer lugar do mundo. Aqui, no Brasil, jovens haitianos se mobilizam para ajudar seus parentes. O desejo de um deles: "Gostaria de estar com meus pais, chorando pelos que se foram e ajudando os que sobreviveram. Acho que nesse momento, o Haiti precisa de mim". Como pode, um país tão pobre, tão cheio de tragédias, dono de uma história tão conturbada possuír filhos tão orgulhosos e prestativos? Acho que as intempéries despertam nas pessoas a vontade de lutar por algo em que acreditam. E os haitianos, apesar de suas dificuldades, acreditam no pais que amam...e amam simplesmente por ser seu.

Nós, os brasileiros, não temos a mesma intimidade com furacões, terremotos e golpes de Estado. Pelo contrário, somos "abençoados por Deus". Será que essa "benção" sufocou nosso patriotismo e nos fez alheios às maravilhas de nossa terra mãe? Pode ser...afinal, o "Haiti não é aqui", mas já foi um dia e poderia voltar a ser...

"E quando ouvir o silêncio sorridente de São Paulo
Diante da chacina
111 presos indefesos, mas presos são quase todos pretos
Ou quase pretos, ou quase brancos quase pretos de tão pobres
E pobres são como podres e todos sabem como se tratam os pretos
E quando você for dar uma volta no Caribe
E quando for trepar sem camisinha
E apresentar sua participação inteligente no bloqueio a Cuba
Pense no Haiti, reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui".

(Caetano Veloso - Haiti) 

Fontes:


* Jornal Nacional - 13/01/20010
* Jornal da Globo - 13/01/2010
 - Política do Haiti (acesso em 13/01/2010)
 

10 comentários:

Vinícius Aguiar disse...

PERFEITO! Fica até difícil fazer algum comentário nesse texto... pena que não temos mais em nosso país jovens pensantes e sensatos como você, pois muitos preferem seguir o caminho do "nada" a entender o quanto somos responsáveis pelo nosso futuro!

Parabéns, beijos!

Isa** disse...

Obrigada pela força de sempre, Vini! É muito bom contar com sua visita! =D De verdade e de coração, obrigada! =)

Bjinhooo!!!

Camilla disse...

Tenho que concordar com meu namorado. Esse texto ficou excelente. É como eu disse numa coluna que fiz sobre o Brasil, tratando justamente da nossa falta de patriotismo. Do nosso privilégio e da nossa falta de reconhecimento por ele.

Parabéns, Isa!

Beijão!

Camilla disse...

ahhh, Vinicius me disse q vc tava querendo um layout... se quiser mesmo só me falar, q eu faço pra vc. =)

Isa** disse...

Poxa, Linda...obrigada pela visita! Adorei mesmo!!! E sobre o layout, quero sim! Vinícius tava tentando me explicar como fazer, mas não tem jeito... ¬¬ rsrsrs. Vou pedir ajuda dos universitários... \o/ Obrigada, viu? =D

Bjinhoooo!!!

Edelmo Melo disse...

aprendeu comigo hein prima? aushauhsaua muito legal comentar sobre essas coisas

Isa** disse...

Valeu, lindo! Que bom que gostou! Fico feliz que vc passe por aqui! Adoreeeeeeeei a visita, viu? *.*
Amo vc! =)

Bjim!!!!

Anamara disse...

Oieee... Ótimo texto, realmente... Ai, eu só sei que quando vi umas fotos da tragédia, pensei: já pensou se tudo isso acontece comigo? a gente tem q se por no lugar dos outros e dar mais valor ao q temos... Por isso vou ajuda, nem q seja com poucos reais... Eu imaginei a situação, eu pediria um milagre, qualquer coisa q ajudasse... E tem gente q ainda é tão esperançoso, mesmo com uma situação como essa... Imagina perder tudo q vc tem? Nosso país realmente é abençoado, e isso devia valer mais... Eu to com o número da Embaixada da República do Haiti, peguei no G1, lá tem mais contas de outros lugares pra quem quiser ajudar... Se quiserem, passarei pra vcs... Acho q é o mínimo. Espero que esse dinheiro chegue até eles, mas enfim, acho q temos q ajudar com esperança de ajudar mesmo... =********

Vinicius disse...

PARABÉNS! MUITO BOM...

Isa** disse...

Valeu, lindooo! Obrigada pela visita, viu? Seja sempre bem vindo!
Adoooro vc! Aninha, idem! ;)

=***